Yamas e Niyamas

Os dois primeiros passos do Yoga.

Os yoga-sutras nos mostram que Yoga não é só uma prática física que fortalece e traz saúde ao corpo, é, antes de tudo, uma filosofia de vida. Através dos sutras temos um caminho que nos leva ao autoconhecimento, ao equilíbrio perfeito entre corpo, mente e espírito. São oito passos que devemos incorporar à nossa vida:

1) Yamas: conduta moral e ética
2) Niyamas: conduta disciplinar
3) Asanas: posturas psico-fisicas;
4) Pranayamas: práticas respiratórias;
5) Pratyahara : abstenção dos sentidos;
6) Dharana: concentração;
7) Dhyana: meditação;
8) Samadhi:  iluminação.

Os dois primeiros são a base de tudo. São os Yamas e Niyamas, os quais descreveremos a seguir.

YAMAS:

    Literalmente, a palavra Yama significa “morte”, fazendo referência à destruição  de todas as barreiras que dificultam nosso progresso espiritual. São como códigos de ética, cinco princípios básicos de disciplina, de autodomínio.
“Yama comprende a abstenção da violência, da mentira, do roubo, da perversão sexual e da possessividade”
1. AHIMSA (não violência): Ahimsa é o respeito incondicional a toda manifestação de vida, na forma em que se apresente, inclusive o a nós mesmos. A não violência de forma ampla, não só a não agressão física, mas também a agressividade manifestada em palavras e pensamentos de raiva, toda emoção negativa ou violenta que se manifeste em nós. Também é o respeito à Natureza, ao equilíbrio do ecossistema. 
2. SATYA (veracidade): enquanto ahimsa  baseia-se essencialmente no amor,satya baseia-se essencialmente na perfeita veracidade entre atos e pensamentos. Não é só a abstenção da mentira, mas sim uma perfeita coerência entre pensamentos, palavras e atos com os outros e com si mesmo. É a busca pela verdade. Quando nos comprometemos com a verdade, ocupamos os nossos pensamentos com o que é essencial. A verdade sempre está alicerçada no bem; quando uma verdade é  pronunciada e fere alguém acaba se transformando no mal. Quando se está firme em satya, meditamos com o coração puro e tudo que precisamos vem ao nosso encontro.
3. ASTEYA (não roubar): mais do que não roubar, no sentido de furtar algo material, Asteya também está relacionado com não invejar o que é dos outros ou não se apropriar de idéias que não sejam suas. Traz também um dos principais ensinamentos espirituais da Índia, o desapego. Precisamos de pouco para viver bem.
4. BRAHMACHARYA (domínio das energias): o objetivo de brahmacharya não é que a pessoa se torne uma celibatária, mas sim de que tenha controle sobre seus impulsos sexuais. Também este Yama vai além do impulso sexual, ele traz o principio da continência , da moderação, que vai da alimentação ao sexo e até mesmo ao uso do dinheiro. Comer em excesso, ter vários parceiros sexuais é ir contra a Brahmacharya.
5. APARIGRAHA (não possessividade): o conceito de aparigraha é o abandono do sentimento de posse, de ciúme e apego e da ânsia desenfreada da obtenção de bens materiais. O principal sentido da vida é nossa evolução espiritual, não quer dizer que não devemos buscar ter uma casa,trabalho, conforto; é a preocupação exclusiva com estas coisas que vai contra este Yama. Tanto Asteya quanto Aparigraha nos apontam o viver com simplicidade, sabendo usufruir com sabedoria dos bens materiais.

NIYAMAS

    Os Nyiamas são a base moral do Yoga. Estão relacionados com as ações mentais positivas que toda pessoa deve procurar incluir em sua vida.
“Pureza, alegria, austeridade, auto-estudo e auto-entrega são as disciplinas do yogi”.

1. SAUCHA (pureza): Saucha está relacionada com a pureza física, emocional e mental.
. Pureza física: fisicamente pura é a pessoa que se banha todos os dias, tem uma alimentação saudável, se possível vegetariana; pratica Yoga (asanas, pranayamas e Kryas –limpezas) ou outra atividade física;
. Pureza mental: mentalmente pura é a pessoa que procura meditar todos os dias, sempre faz uma análise sincera de seus pensamentos e atos e reconcilia-se com todo universo.
. Pureza emocional: quem é emocionalmente puro, mesmo agredido não cultiva a raiva, tem bom humor e seu coração está sempre repleto de sentimentos bons. Entoar mantras é uma maneira de purificarmos as emoções.
2. SANTOCHA (contentamento): é uma atitude  de alegria interna independente de pessoas ou situações, é viver aceitando com serenidade os acontecimentos . Isto não quer dizer ficar inerte diante da vida, deixando tudo por conta do destino,mas sim buscar incessantemente pensamentos de harmonia e contentamento. Como disse certa vez um Mestre: “se não pudermos estar sempre alegres, vamos procurar estar sempre em paz”.
3. TAPAS (auto-esforço / perseverança): é o esforço, a crença, a força de vontade firme e resoluta para se alcançar um objetivo. É não desistir diante de uma postura difícil, de uma privação complicada ou de uma barreira que pareça ultrapassar nossos limites. Segundo Patanjali, se  tapas for executado corretamente,purifica e fortalece  o corpo, aguça os sentidos e conduz à perfeição.
4. SVADHYAYA (estudo de si mesmo e das escrituras sagradas): é a educação do “eu”, é a busca pelo autoconhecimento através da meditação, da análise sincera das atitudes. As escrituras sagradas são instrumentos preciosos para esse autoconhecimento, pois ampliam nossos horizontes e nos ajudam para o fortalecimento pessoal e espiritual.
5. ISHIVARA PRANIDHANA(entrega ao absoluto): a confiança plena na existência de um Ser Supremo, a fé que ultrapassa barreiras é ishivara. Para se atingir por completo este niyama é preciso esforço(tapas) e estudo (svadhyaya), anulando todo orgulho e egoísmo , desenvolvendo a humildade e, assim seguir pelo caminho da devoção.

Fonte: http://www.espacoshaktiyoga.com.br/artigos/yamas-e-nyamas

4 Comentários

  1. CArol said,

    02/03/2011 às 20:47

    Muito boa essa pagina!! valeu
    NAMASTE

  2. (Paula) Sandra maria Alves de Paula. said,

    06/04/2012 às 14:30

    Ultimamente sinto grande nescessidade de estar em meditação, em analise, e tenho naturalmente sentido contentamento e muita gratidão a tudo, tenho também assumido controle sobre os impulsos…raiva, pensamentos negativo etc…Não foi por acaso que abri esta pagina._/\_ Namastê.

  3. 21/05/2014 às 14:48

    Parabéns pelo conteúdo desse site e pelo capricho no seu trabalho.
    Adorei o resumo que fez sobre oyoga, yamas e niyamas. Ficou conciso e claro.
    Obrigada!

  4. adri said,

    04/08/2016 às 22:34

    muito bom grata


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: